Misterioso castelo de 3.000 anos é encontrado em fundo de lago na Turquia

As cidades afundadas são tipicamente coisas das lendas, mas agora os arqueólogos encontraram algo verdadeiro escondido no Lago Van na Turquia.

Depois de uma década de buscas no segundo maior lago do Oriente Médio, a casa de um reino perdido foi encontrada a centenas de metros abaixo da superfície.

Os arqueólogos da Universidade Van Yüzüncü Yil anunciaram a descoberta incrível – um castelo de 3.000 anos de idade preservado profundamente dentro do lago, em condições surpreendentes. Os pesquisadores trabalharam em estreita colaboração com uma equipe independente de mergulhadores para encontrar seu prêmio.

Cidades submersas e castelos perdidos são um motivo popular no folclore e lenda local em todo o mundo. Na verdade, assim também são histórias de monstros antigos escondidos em lagos profundos.

Tahsin Ceylan, chefe da equipe de mergulho no projeto, veio pela primeira vez em busca do monstro do Lago Van, mas descobriu uma cidade perdida.

Ele disse ao Daily Sabah:

Houve um rumor de que pode haver algo embaixo da água, mas a maioria dos arqueólogos e funcionários do museu nos disse que não encontraríamos nada.

O castelo abrange cerca de um quilometro, com paredes de até 3 ou 4 metros, mantidas em boas condições pelas águas alcalinas do lago.

Os pesquisadores acreditam que é uma relíquia da Idade do Ferro, da civilização Urartu perdida, também chamada de Reino de Van, que prosperou na região dos séculos IX a VI A.C.

O nível de água do lago, no entanto, variou de forma bastante dramática ao longo dos milênios, e os pesquisadores acreditam que o nível era muito menor no auge da sociedade Urartu do que hoje, aumentando lentamente ao longo do tempo para cobrir partes da cidade.

Outras partes do antigo assentamento são muito maiores, mesmo acima da linha de costa atual, e são objeto de estudo arqueológico em andamento.

Ceylan disse:

Muitas civilizações e pessoas se instalaram em torno de Lake Van. Eles chamaram o lago de “mar superior” e acreditavam que ele tinha muitas coisas misteriosas. Com esta crença em mente, estamos trabalhando para revelar os “segredos” do lago.

O trabalho está lentamente rendendo descobertas. No ano passado, a equipe também descobriu um campo de estalagmites de 4 quilômetros quadrados que eles chamam de “chaminés de fadas subaquáticas” sob o lago, e lápides da era de Seljuk, há cerca de 1.000 anos.

No início deste ano, eles anunciaram a descoberta de um navio russo que acredita-se ter afundado em 1948.

A equipe não conseguiu verificar quão profundamente as paredes do castelo estão enterradas sob o sedimento no lago, e mais trabalho sob a superfície do Lago Van será necessário para aprender mais sobre a estrutura – e possivelmente sobre as pessoas que viviam dentro dela.

Ceylan finalizou:

É um milagre encontrar este castelo debaixo d’água. Arqueólogos virão aqui para examinar a história do castelo e fornecer informações sobre ele.

Detectamos a localização exata do castelo, e fotografamos e avançamos em nossa pesquisa. Agora acreditamos que descobrimos uma nova área para os arqueólogos e historiadores estudarem.

Fonte: sciencealert.com

(1)

Deixe uma resposta